junho 09, 2020

17 Superstições com Cachorros

 A cada 10 pessoas 7 são apaixonadas por cachorros, então resolvemos trazer aqui algumas superstições com esses dogs que todos amam tanto.
 

Quando uiva, está chamando desgraça para seu dono. Ouvindo o uivo, diz-se: “Todo o agouro para teu couro!” Ou emborca-se um sapato virando-se a palmilha para cima. O cão se calará.

Cavando na porta de casa está cavando a sepultura do dono. Se cavar areia com o focinho para a rua vale o mesmo. Com o focinho voltado para casa, cavando para fora, é anúncio de dinheiro.

Dormindo com a barriga para cima, mau agouro. Dormindo e ganindo, está sonhando. Deitado, com as patas dianteiras cruzadas, bom agouro.

Rodando sem destino pela casa, está afugentando o diabo. Urinando na porta é prognóstico feliz.

Uivando é porque vê almas do outro mundo ou a morte aproximando-se. Os cães eram sacrificados a Hécate e avisavam de sua presença invisível uivando, assim como viam os deuses, os lêmures, as sombras dos mortos.

Não se deve cuspir nos cães porque depois de nossa morte, na longa travessia que se fará até chegar à casa de São Miguel, onde serão julgadas as nossas almas, sentimos uma grande sede e neste longo percurso só encontramos a casa de São Lázaro. Se não cuspimos nos cães, somos servidos com água boa e fria e, ao contrário, somos acossados por dentadas implacáveis.

Quem mata um cão deve uma alma a São Lázaro.

Puxando a cauda do cão torna-o ladrão.

Para o cachorro não crescer, pesa-se com sal.

Para livrá-lo da tosse, põe-se-lhe ao pescoço um rosário feito com pedaços de sabugo de milho.

Cachorro com a orelha cortada em Sexta-Feira da Paixão fica imune de hidrofobia.

Para não fugir, enterra-se a ponta da cauda ou três escrotos debaixo do batente da porta, ou, sendo na fazenda de criar, no mourão da porteira.

Não é bom erguer o cão pelas orelhas, para que não fique mofino (covarde).

Para não ficar hidrófobo, deve ter nome de peixe.

Quem sofre de pesadelo deve fazer um cachorro dormir debaixo da cama.

Para perder o faro, passa-se uma bolinha de sebo na ponta da cauda e dá-se lhe a comer. Para readquirir o faro, esfrega-se lhe no focinho sangue de tatu ou de veado.

O cachorro que é pesunho (que tem um dedo suplementar) vê perfeitamente o lobisomem e o persegue.
 

Você tem conhecimento de alguma superstições com cachorro? Compartilhe com nós essa superstição.
Postagem anterior
Próximo post

0 Comments: