abril 24, 2020

Milagre na Cela 7 - Curiosidades Incríveis sobre o Remake

Entrou recentemente no catálogo da Netflix, o filme turco que está deixando as pessoas aos prantos de tanta emoção: “Milagre na Cela 7”. 




Um filme para quem não sente medo de se emocionar. Assim é “Milagre na cela 7”, fenômeno de visualização da Netflix. Para quem já viu e para quem ainda quer assistir ao filme, seguem algumas curiosidades sobre a produção.

1. É baseado numa história real ?

Embora seja um filme extremamente emocionante, ‘Milagre na Cela 7’ não é baseado numa história real. Sua história tão comovente, tão profunda, alcança o espectador de qualquer país – e daí a gente ter a sensação de ser uma história real, mas não é. Porém, a história sul-coreana (que originalmente era uma comédia e que fez muito sucesso naquele país, sendo inclusive bastante premiado) ganhou adaptações na Turquia, Índia, Filipinas e Indonésia.

2. O filme é um remake.


Sim, é. A versão disponibilizada na Netflix é uma produção turca, e é um remake do filme original, que é sul-coreano e se chama ‘7번방의 선물’ ou ‘7beonbangui Seonmul’, que, traduzindo significaria algo como ‘Um Presente na Cela 7’. O longa original é de 2013.
Este também não é o primeiro remake do filme. Na realidade, Milagre na Cela 7 ganhou versões na Índia (em 2017), Filipinas (2019) e Indonésia (2020). Esta última estrearia no primeiro semestre deste ano, mas foi adiado por conta do surto de coronavírus.

3. Amizade entre o elenco.

Aras Bulut Iynemly, que interpreta Memo, e Sarp Akkaya, que faz o papel de Nail, são muito amigos na vida real. Eles, inclusive, atuam em um show para a TV turca de grande sucesso por lá. O elenco do filme é formado por verdadeiros veteranos da televisão turca. Nisa Sofiya Aksongur; Celile Toyon Uysal; Yurdaer Okur, entre outros, possuem muitos créditos de trabalhos na televisão local

4. Veteranos atrás das câmeras.

O filme é dirigido por Mehmet Ada Öztekin, que tem uma longa ficha de serviços prestados para a TV turca, como mostra seu perfil no IMDB. O roteiro ficou a cargo de Özge Efendioglu e Kubilay Tat, ambos já veteranos e que fizeram a adaptação diretamente do roteiro original sul-coreano.

5. Mudanças sobre o original.

Bom, tem algumas mudanças sim, e a principal delas é que no final do filme da versão sul-coreana o Memo morre. É, é isso mesmo – e só de pensar nessa possibilidade dá um aperto no peito né? Talvez por isso o diretor Mehmet Ada Özsüt tenha decidido por um final mais feliz na sua versão. 




6. Lingo Lingo.

Toda vez que se encontram, Memo e Ova gritam “Lingo, lingo”, ao que o outro responde “Garrafas!”. Essa frase, na verdade, faz menção à uma famosa música turca, que fala sobre um amor não correspondido. Não há uma tradução correspondente para o termo em português, porque a frase é apenas uma força de expressão da língua turca. A versão da música no longa é interpretada por Isil Ozsut. “Lingo lingo” também é uma frase que os protagonistas repetem ao longo do filme é uma referência a uma música tradicional turca, usada por dançarinas do ventre, chamada “Lingo, Lingo, Shisheler”.

7. O avô de Ova aparece no filme.


Como todo filme de sucesso, a internet caiu em cima de ‘Milagre na Cela 7’, buscando explicar o final e levantando inúmeras teorias. Uma delas especula que Yusuf (o velhinho na cadeia, que se sacrifica no final) seria, na verdade, o avô de Ova. Faz sentido, afinal, quando Ova entra na cela ela é a única a ver uma árvore na mancha da parede, tal como Yusuf, e isso reforçaria a hipótese de Yusuf ser enforcado no lugar de Memo como uma forma de se redimir com a família. Maaaas, se formos por aí, como, então, que Yusuf não reconheceu o próprio genro na cadeia? Cabe a cada um decidir.

8. O ator que faz o Memo tem mesmo deficiência intelectual.

Acreditem se puderem… mas, não. Apesar de Memo ser um pai de família com intensa deficiência intelectual (em determinado ponto do filme é dito que mentalmente ele tem a mesma idade da filha, Ova, ou seja, 8 anos), Memo é apenas um personagem. O mérito todo vai para a competência do ator que o interpreta, Aras Bulut Íynemli. O protagonista Aras Bulut İynemli não terminou de estudar Engenharia Aeronáutica devido ao trabalho que fez no filme Back Street.

9. Significado dos nomes

Como na arte nada é gratuito, é preciso pensar também no significado do nome dos protagonistas. Nossa menininha Ova tem um nome que significa “ovo”. Parece bobagem, mas, pensem que a criança no filme está sendo cuidada por um pai e uma avó, e que ela ainda está em desenvolvimento, como um pintinho dentro do ovo prestes a desabrochar. Já Memo é possivelmente um apelido, uma abreviação para o nome Mehmet, que é a forma turca para Muhammad, ou seja, uma variação do nome árabe para o nome do profeta fundador do Islamismo. Mehmet significa “o louvado”. E louvado nada mais é do que um sujeito merecedor de gratidão, que é honrado – tal como o protagonista do filme.

10. Filme quebrou paradigmas.

O filme fez história como a primeira produção turca a ser exibida no Paquistão.

 


11. Pequena Estrela.

Apesar da emocionante história, quem se destacou foi a pequena protagonista Sofiya Aksongur. Para quem busca informações sobre os bastidores, no Instagram da garota tem as melhores fotos dos bastidores.

12. Psicólogos acompanharam o ator.

Para desempenhar seu papel, Aras Bulut İynemli ensaiou por meses com a ajuda de psicólogos. O ator precisou de acompanhamento, principalmente pela trama forte.
13. Comparado a filme americano.

O filme vem sendo comparado ao longa, protagonizado por Sean Penn e Dakota Fanning, I Am Sam ( Uma lição de amor).

14. Modelo famosa.

Sofiya Aksongur, que dá a vida a Ova, também é uma modelo renomada da Turquia .

Essas foram algumas curiosidades desse espetacular filme " O Milagre da Cela 7 ", se você já assistiu, o que acharam desse filme? 
Deixe seu comentário para nós. :)
Postagem anterior
Próximo post

0 Comments: