março 19, 2010

Stand-up: Um dia de Merda.

Stand-up:
Um dia de Merda
Por : Lavousier Machry

( Sujeito entra com a roupa molhada e seriamente começa a explicar seu dia.)

Tem dias que a gente acha que teria sido melhor ficar deitado na cama né.
Hoje mesmo, por exemplo.
Um dia comum pela manhã, mas um cú pela noite.
Todo mundo tem dias assim.
È incrível como tudo resolve colaborar pra que o seu dia seja de completo azar.

Primeiro. Não sei quanto a vocês. Mas eu sempre tenho azar de chegar no banco, e três dos cinco caixas estarem no horário de almoço. Isso, levando em conta que o banco abre as dez da manha e fecha às três da tarde. Bem no almoço.
Você fica puto naquela fila dos infernos esperando chegar sua vez até que a caixa diz:
__ Senhor, nós não recebemos este boleto aqui!...( Da uma pequena pausa.)

Assim fica foda. Olha só a porcaria de dia que voce ta tendo.
Depois.
O carro enguiça. Ele podia enguiça enquanto você sai da garagem, ou a poucos metros de casa. Mas não. Ele resolve da chilique no meio da avenida mais movimentada da cidade, em meio a um puta toró de chuva.
Depois que você empurra ele até o acostamento pra “desobstruir o transito”, já todo encharcado, ele resolve ligar.
È nesse momento que você fica pertinho de vira o Jeremias e se pudesse matava mil.

Pra colaborar com tudo. Você chega em casa e descobre que sua “humilde residência” foi arrombada. Você pensa que roubaram o dvd, a tv ou o computador. Mas pior. Esses marginais de hoje tiram onda com a sua cara.
Roubaram o meu fardinho de Bohemia que tava na geladeira. E o pior, no lugar colocaram uma latinha, UMA LATINHA, de Bavária...
Porra! Vou colocar um bilhete na próxima vez: Favor, roubar DVD, a Kaiser ta cara pra caralho. Se insistir, favor devolver pelo menos uma Skol...
Mas vai se lasca.

É sempre assim. Você estuda a sua infância inteira, trabalha duro, é uma boa pessoa, ajuda senhoras a atravessar a rua, faz trabalhos comunitários, faz doações, é solidário e o que você ganha de volta...
Uma conta não paga, sua roupa molhada e uma Bavária.
No fim das contas, você percebe que seu dia foi uma grande merda e que só resta uma coisa a dizer...
Vai toma no cú.
( Sai extressado)


QUEM AI NUNCA DEVE UM DIA DE MERDA LEVANTA A MÃO. HEHEHE
ALGUÉM SE HABILITA?
Postagem anterior
Próximo post

0 Comments: